25 de fevereiro de 2011

Transversais

Preciso confessar que tenho um certo apego a esse blog. É minha saga virtual, mas com um tantão da minha vida exposto aqui. 
Tem vezes que eu mesma releio o que escrevi [por falta de escrever algo novo, ahn?] e vejo claramente o quanto mudei - e é bom. É reconfortante se ver melhor, sem falsa modéstia. Acho que é esse o gosto bom da maturidade. Café sem borra para ler o futuro, porque não se tem pressa para nada.

***

Bom, deixando um pouco de lado minhas divagações, quero dizer que vou contribuir uma vez por mês em um novo blog. Vou falar da minha relação com os livros, na maior parte das vezes, mas talvez eu escreva sobre alguma outra coisa, quem sabe. Muita gente boa escreve por lá, inclusive meu maridão. Este é um convite para vocês, fiéis leitores do passado [rs], visitarem o Transversais.

Um comentário:

[Daniel John Furuno] disse...

Hello, Helô! Respondendo cá os comentários deixados lá:

1. Hum, tomara que nunca seja tarde pra aprender então. Não vi o ABC do Amor, mas parece simpático! E já vi aquele menino, crescido, em outros filmes.

2. Sou suspeito, mas acho a revista linda :-p E, sim, acompanhei todinho o processo de taxidermia de uma coruja. Menos chocante do que eu esperava. Se bem que, se fosse um cachorro, eu provavelmente ficaria mal...

PS: Fiz uma rápida visita ao Transversais, li seu texto e fiquei curioso pra ver o livro. Depois quero ler os outros colunistas.

Beijo!