12 de setembro de 2006

Mala e alma

das mudanças

o pai mudo
a mãe falante
as irmãs nas contas
eu
sem prestar contas

***

Meu filme de cabeceira : Tudo acontece em Elizabethtown. Quase não assisti a esse filme pelas inumeráveis críticas de amigos, etc., mas eu sou parente de 330º grau de São Tomé, tenho que ver pra crer. E aí, o resultado? Claro que adorei! [hehehe]
Falta coerência no roteiro? Seria impossível preparar um roteiro de viagem + trilha sonora em apenas um dia? Ok, ok! Mas que trilha sonora! E minha idéia de fazer algo parecido para alguém algum dia foi roubada! :o( Aquilo lá é o máximo!
A atuação do Orlando Bloom deixou a desejar? Ok! Mas prefiro pensar que ele encarnou muito bem o sujeito melancólico que está caindo na real.
[Queria ter anotado a frase final, mas fiquei com preguiça de pegar papel e caneta e tive de devolver o filme na locadora. Depois vou pesquisar e a colocarei aqui.]
Todas as ilusões, as efemeridades, o viver para a corporação e esquecer de si, os pequenos prazeres, a perda de tempo em ter medo de conhecer o outro e de tirar as máscaras de primeira... E a trilha sonora, já falei do bem que faz?
Recomendo para os sem preconceito com louvor. Para os com preconceito, recomendo também, mas com uma pitada de leitura das entrelinhas e o terceiro olho aberto.

[[Pergunta: Quem mais gosta de Tom Petty?]]

***
mandou tirar as barreiras
para não refletir nas lentes
para ver na retina, na íris, na pupila
sua alma

mandou chegar mais perto
o que atrapalhava era a distância

então viu
sem reflexo
com susto

sim, tem alma

9 comentários:

John disse...

Helô, que coincidência! Eu e a Silvinha também assistimos "Elizabethtown" nesse último final de semana! Eu gostei bastante, mas achei bem menos inspirado e "redondo" que "Quase Famosos" ou "Jerry Maguire". A trilha é realmente demais, como, aliás, a de todos os filmes do Cameron Crowe. Tom Petty rules! Já viu um filme chamado "Nosso Tipo de Mulher" ("She's The One", no original)? A trilha é todinha dele...

Luciano disse...

Ops! Fazia tempo que eu não passava por aqui.

Pulseirinha: [Estive na internet e lembrei-me de você?] TSC-TSC. :)

Nymousone disse...

Estamos pouco frequentes, não?
Vou assitir.
Bjs

Helô Beraldo disse...

John: Depois de mês... Sim, muito menos inspirado que "Quase famosos", mas eu achei a história em si semelhante a do "Jerry Maguire". Tom Petty é muito bom! Não assisti ao "Nosso tipo de mulher", lição pro feriadão! Bjo!

Lu: Saudades! Beijos pra Angela!

Conhecido: Pouquíssimo freqüentes! Possibilidade de textos curtos nas próximas 96 horas. Achei você no orkut [alta capacidade de rastreamento, :o)], como você pode perceber. Vi que vc me deixou um recadinho e o apagou... :o( Tô curiosa até hoje! Hahaha! Assista e depois me fale o que achou.
[Sim, o cd dos poemas é bonito... :o)]

Sílvia disse...

Helô,
A Lili me falou da sua casa!
Que bom, né? Fiquei muito feliz!
beijão

Lilian disse...

Helô, apareça aqui!

Nymousone disse...

:(
Não cumpriu... ;)

Helô Beraldo disse...

Verdade... :o( Tá tudo muito desorganizado na minha cabeça...:o) Um pouco mais de paciência. Bjo

Nymousone disse...

é nessas horas que vc escreve os textos mais gostosos, mais significativos, mais reais...
Abra o coração, não organize a cabeça.
Não sei o que não está bom, mas torço para que fique ótimo rápido.
Fique bem.
Bjs