4 de janeiro de 2006

"Estamos convencidos de que um fio perpassa todas as coisas: todos os mundos estão nele enfiados, como contas: e os homens, os fatos, a vida apresentam-se a nós apenas por causa deste fio." [Emerson, Montaigne or The Skeptic]

TODAS as poucas vezes que me encantei percebi esse fio. No primeiro sorriso, aperto de mão e, principalmente, no olhar. O olhar seguido do sorriso e do aperto de mão. Os três juntos, nunca me havia acontecido. Quando menos esperava. Diferente. Surpreendente. Em câmera lenta.
******
2006 começou bem [ano par e de pares, parafraseando minha amiga Li] e vai ser ainda melhor. Para nós todos coragem, novidades, luz, paz, amor e aquilo tudo!

7 comentários:

Nymousone disse...

Que bom, birthxara!!!
Um ótimo ano para você! Que siga assim.
Viva muito essa paixão. Esse momento é mágico e é para ser intenso mesmo. Aproveite muito a paixão , porque depois, ou ela passa, ou ela dói (sorry pelo lado pessimista).
Aquilo tudo proce!

Glauco disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Glauco disse...

Olha só que legal Helô! Que dê tudo certo pra você nessa nova fase. 2006 já começou bem msm!!! Será que vai render algumas hqs esse seu affair? hein hein??? Brincaderia, beijos!

Helô Beraldo disse...

PARA GLAUCO

Tem vezes que é difícil separar realidade de sonho, imaginação, ficção. Não há affair [acho que posso ter me enganado; minha imaginação resolveu correr solta...], mas a palavra é boa, Glauco, gostei! HQs são sempre bem-vindas e, histórias, isso sim, tenho muitas pra contar!!! Bjo e faz tempo que não te vejo on-line!

PARA AQUELE QUE NÃO DIZ O NOME

Uso lentes cor-de-rosa, pero no mucho! Pessimista, não, realista. [acho que já te falei isso...] Mas não há dor melhor que dor de amor: forte, intensa, parece que a gente vai ter um piripaque; porém, contudo, todavia, entretanto, é o que mais nos faz sentir vivos, né não? Paixão, amor, desejo [por alguém ou por algo] é o que nos move. Meu lema há tempos roubei do sábio guru Cartola: "A sorrir/ eu pretendo levar/ a vida/ pois chorando/ eu vi a mocidade/ perdida". E "eu sou assim, quem quiser gostar de mim, eu sou assim". [esse é de outro, rs!] Feliz 2006 com tempero de aquilo tudo procê!

[isso ficou confuso, né? hahaha! apresento-lhes minha filosofia de mesa de bar, chamando o garçom, rs. Bjos!]

Glauco disse...

Eu estou online o dia todo, raramente de noite. E aproveitando o assunto, estou sem ideias! Suas historias serão muito bem-vindas!

Helô Beraldo disse...

Oi Glauco! Pois é, eu só tenho entrado à noite... Quando tiver um tempinho escrevo minhas historinhas. Bjo!

Nymousone disse...

Confuso não. Exato! Dentro do que pode ser exato no coração - na vida!

É o que mais nos faz sentir vivos, mesmo quando é tanto que nos dá vontade de morrer. Mas viver é preciso... ou não era isso?... Mas é bom! Mesmo quando dói.

Que bom que você é assim! Que bom que você é assim! Que bom que você é assim!