1 de dezembro de 2005

Listas

Professora, cozinheira, dentista, desenhista, escritora, farmacêutica, química, astrônoma, escritora, médica, cineasta, musicista, matemática, nadadora, botânica, barista.
Católica, espírita, budista, n. d. a.
Discos do Menudo, o começo da mtv e as conversas ao telefone quando eu ligava pra votar no New Kids on the Block [ué, todo mundo tem um passado que o condena!]; Rick Astley ["never gonna give/ never gonna give/ give you up", rs]; decifrar o significado da música "eu fui da mamãe/ fui dar um serão extra..." aos 26 anos [hahaha!]; descobrir o jazz sozinha e gostar do Frank Sinatra; letras de música românticas, ingênuas e que falem do cotidiano; George Gershwin, Cole Porter, Tom Jobim, Vinícius e Nando Reis.
Chuva de granizo seguida de arco-íris; cheiro de terra molhada; cheiro de grama cortada; jaboticabeira, amoreira, pitangueira; mês de novembro para comer ingá; leite de vaca tirado na hora com açúcar e canela; verão na piscina da tia ou do prédio; usar calça de moletom sem se achar feia e nem sequer cogitar a hipótese de vestir uma calça jeans; o céu estrelado e Vênus se sobressaindo; caça aos vaga-lumes; lagartas virando borboletas; morangos silvestres.
Sair do cinema: sorrindo, chorando, pensando; não conseguir sair do cinema: sair de si. Filmes de arte, dos mais delicados aos mais pesados; comédias românticas das mais óbvias às mais óbvias, mas que sempre mantêm a esperança [já que a vida não deixa de ser um clichê]; filmes de ação pra matar o tempo; suspenses pra matar de susto; terror pra não dormir à noite.
Danças com os meninos nos bailinhos da escola; menos timidez e mais namorados; amores intensos, verdadeiros ou falsos; frios na barriga e terremotos internos; cara-de-pau; ter beijado o Teco** pra não ficar pensando a vida inteira como teria sido; ter beijado outras pessoas também; namorados mais românticos; receber flores de meninos [amigas, valeu pela intenção! :o)]; mais gentilezas e menos brutalidade.
Álbuns de fotos organizados e bonitos; mais fotos; os amigos e as amigas da infância, adolescência e de agora, todos juntos; inimigos explícitos; faro-fino pra não entrar em furadas; entrar em furadas e sair delas com arranhões; menos arranhões e mais carinho [tem hora que cansa...]; menos paciência e também menos ansiedade; mais contradições; menos insegurança; derrubada do muro de Herlim [rs, essa foi fraca...]; perceber o coração aberto, com a porta escancarada.
**[esclarecimento da ambigüidade: nunca o beijei; foi meu amor platônico da adolescência e isso a gente nunca esquece! ;o)]
***
Música linda quando cantada por Chet Baker.
"There are those who can leave love or take it / Love to them is just what they make it / I wish that I were the same / But love is my fav'rite game.../ I fall in love too easily / I fall in love too fast / I fall in love too terribly hard / For love to ever last / My heart should be well-schooled / 'Cause I've been fooled in the past / And still I fall in love too easily / I fall in love too fast"
[:o)!!!!]

10 comentários:

Leonardo Sauaia disse...

lindo. fantástico. apaixonante. e terminar com Chet Baker é sacanagem...

Anônimo disse...

antes eu fosse assim
não é fácil
mas qdo acontece...
Nymousone

Anônimo disse...

antes eu fosse assim
não é fácil
mas qdo acontece...

Anônimo disse...

antes eu fosse assim
não é fácil
mas qdo acontece...
Nymousone

Luciano disse...

Ah! Nem tenho nada pra dizer... lindo, lindo!

Anônimo disse...

Ei! Cheguei tarde! Já é amanhã! Mas claro lembrei muito de vc!
Parabéns pra nós! Tudo de bom pra você.
Nymousone

Anônimo disse...

ha ha ha
Pelo horário do servidor ainda é ontem e portanto nosso niver.
Então, cheguei em tempo!

Helô Beraldo disse...

Bem, vamos ver se pra mim vai dar certo também... Parabéns para nós, hahaha! Bjo

Helô Beraldo disse...

Ih... num deu... :o(

Anônimo disse...

Valeu a tentativa. E os votos!
Bjs