6 de fevereiro de 2007

Por agora

Tecla, tecla, tecla, sintoniza e despeja tudo. No papel, na tela, em espaço 10 por 1. Apita, vibra, brilha, frenético tum-tum. Mensagem, leitura, libertinagem. Arrepio na espinha, borboletas no estômago, memória.

Vai e volta, vai e volta, vai e volta. Em determinados períodos de tempo, volta, revolta e parte. Se a intensidade diminui, tenta e tenta e aumenta. Quase sempre digo dos meus espantos e apenas sorrio quando me provoca. E é assim. Toda vez. Até...

serão felizes ou tristes?, cheios de amor ou de ódio?, românticos ou selvagens?, os dias que virão?

6 comentários:

dreamban disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nymousone disse...

sei sei, mas lembre-se das orelhas...

Nymousone disse...

Quer dizer... não lembre-se delas não. Medo, receio, bloqueio mudam sua alma e nao tornam melhor o que você tem de melhor.
(eu deveria ter pensado antes de escrever, não?)

Nymousone disse...

Ow... organize seu tempo. Queremos mais (tenho certeza que falo por todos)

Helô Beraldo disse...

Você voltou! :o)
Então, é a mesma pessoa das orelhas! [rs] Já havia me esquecido!!!
Num tem jeito, nisso eu não mudo mesmo... Bjo!

Glauco disse...

Ha sim! Faltam textos novos!!! Sumiu hein!!!!!