2 de agosto de 2005

"Louis, this is the beginning of a beautiful friendship"

HOJE passei o dia pensando num filme antigo, que não vejo há muito tempo, o 84 Charing Cross Road (ou Nunca te vi, sempre te amei). É a história de uma escritora americana que se corresponde durante vinte anos com o gerente de uma livraria especializada em edições raras e esgotadas. Tudo começa pelo fato de Helene (a escritora) adorar livros raros que ela não encontra em Nova York. Só que ela não poderia imaginar que uma carta, para uma pequena livraria em Londres, a levaria a iniciar uma correspondência afetuosa com Frank (o gerente da loja). Neste período uma amizade muito especial surge entre os dois e, quando ela finalmente resolve conhecê-lo pessoalmente e vai até Londres, descobre que ele havia morrido.
ENTÃO, logo me veio à mente as relações virtuais dos tempos modernos: o orkut e o msn. Nunca acreditei em relações puramente virtuais, até pouco tempo.
SOBRE o ORKUT: minha resistência contra ele não durou mais que uma semana e, querendo ou não, encontrei virtualmente e realmente muitas pessoas queridas. Como tudo na vida, o orkut tem seu lado bom e seu lado mau. O lado bom é o que já falei, encontrar velhos amigos. O lado mau é muito maior e o pior de todos os males é a taxa crescente de desemprego entre os detetives. Pois sim, você pode descobrir muitas coisas sobre a vida de uma pessoa e pegar mentiras no pulo.
SOBRE o MSN: me rendi a esse programinha só para fofocar com uma amiga. Daí, um dia, não tão por acaso, encontrei uma pessoa que, como Helene e Frank, tinha interesses, pensamentos e gostos muito parecidos com os meus. A afinidade eletiva existe e quem já não sentiu empatia por uma pessoa logo que a conheceu? No entanto, cuspindo no prato que comi e condenei bravamente, aqui falo de uma relação puramente virtual como a de Helene e Frank, mas adaptada aos tempos de hoje. [as cartas que trocavam demoravam a chegar, quando não extraviavam. msn é virtual, mas em tempo real.]
SIM, tenho um amigo virtual. [Amigo mesmo, não há sexo virtual envolvido nessa relação (rs).]Ele sabe muitas coisas sobre mim, eu sei muitas coisas sobre ele, mas nós não nos conhecemos realmente. Somos velhos-novos amigos. Que coisa mais maluca é essa, penso sempre. Nem sei como é o rosto dele, pois só o "vejo" de perfil. [não sei se na foto é ele mesmo...] A voz então, só na imaginação. As expressões modernas das emoções são passadas por carinhas chamadas emoticons [com as quais sempre me divirto, confesso!], instrumento que não pode ser usado por Helene e Frank, mas que nós temos o privilégio de usá-lo.
SERÁ que vamos passar vinte anos nos comunicando somente pelo computador? Tudo me leva a crer que sim. Em time que está ganhando não se mexe, dizem.

3 comentários:

Anônimo disse...

Putz tenho certeza que vão pensar que é mentira, mas eu tb tenhoum amigo virtual, só amigo e só virtual há uns 3 anos... qq dia a gente troca figurinhas, tá marcado!
beijokas de mim ne?

Helô Beraldo disse...

Mafê, tudo bom? Precisamos trocar figurinhas mesmo, hahaha! Pó deixá que vou providenciar uma tecla SAP nos próximos posts! A gente já se encontrou num dos saraus, acho, mas qualquer dia marcamos um cafezinho! bjo

Luciano disse...

O Orkut é do mal!
Mais uma coisa: tome cuidado!
Mais uma coisa: emoticons são legais...
Mais uma coisa: o Orkut é do mal!